• Heli Gonçalves Moreira

2022 – O Ano da Reflexão no Mundo do Trabalho

Apesar de todos os desejos e votos, muitos deles sinceros, para um feliz ano novo, com muita saúde, paz e esperança, todos nós já sabemos, ou deveríamos saber, o que, de fato nos espera.


2020 foi o ano da surpresa, do medo, da busca quase desesperada de um porto seguro, onde cada um pudesse se abrigar das ameaças do vírus, da fome, da perda do emprego e dos negócios.


Em meio ao turbilhão de opiniões e orientações desencontradas e contraditórias das autoridades responsáveis, os dirigentes, gestores e profissionais de recursos humanos, relações trabalhistas e sindicais, medicina e segurança no trabalho, se viram diante de situações jamais imaginadas, às quais tiveram que dar respostas rápidas, mesmo sem informações suficientes.


Creio que nunca aprendemos tanto em tão pouco tempo e com poucos ou nenhum recurso, atuando como verdadeiras equipes de alta performance.


A urgência na preservação da vida e na continuidade dos negócios prevaleceu quando das tomadas de decisões empresariais.


Em 2021, já sem tantas surpresas, mas ainda com muitas incertezas quanto ao retorno à uma nova normalidade, a gravidade provocada pelos estragos sociais e econômicos da pandemia tiveram prevalência nas tomadas de decisões.


Os últimos dois anos foram marcados pela busca da sobrevivência das pessoas, dos negócios, das empresas.


Essa situação conduziu, em várias oportunidades, ao conflito entre a razão e a emoção, impactando diretamente as decisões e os seus resultados.


Assim, muitas instituições e valores foram, e continuam sendo questionados em todos os níveis da sociedade e, em particular, das empresas.


Apesar de tudo, ao final do ano, já se tinha um consenso entre os dirigentes empresariais de que a economia, os negócios e a sociedade como um todo, se encontravam no início de uma nova era.


Entretanto, quando tudo parecia caminhar rapidamente para a normalidade, as festas do final do ano que o digam, fomos “surpresados” (termo que um amigo criou para situações em que a surpresa já é esperada) pela nova variante do corona vírus, associada à gripe, provocando o retorno das incertezas e inseguranças.


No mundo do trabalho, enquanto as decisões nos dois anos anteriores foram pautadas pela urgência e gravidade, recomendo que em 2022 as decisões empresariais incluam uma visão sobre a tendência da situação, em especial, dos seus colaboradores.


Afinal, apesar do início de uma nova era das relações trabalhistas e sindicais, ainda estamos e, salvo honrosas exceções, vamos continuar em crise por um bom tempo.


A análise das tendências no mundo do trabalho, requer incluir uma reflexão sobre como os líderes e seus liderados estão se sentido em relação ao futuro da empresa e como isso poderá impactá-los.


Como mencionamos em nosso último boletim de boas festas, a HGM Consultores está plenamente capacitada para assessorar as empresas nessa reflexão e implementação de soluções relacionadas à gestão das relações trabalhistas e sindicais, capacitação das lideranças, controle do clima interno, engajamento dos colaboradores com os valores e metas da empresa, comunicação no cotidiano do ambiente de trabalho, regimes de trabalho em turnos, participação nos lucros e resultados, combate ao assédio e dano moral, demissão de pessoas com dignidade e respeito, processos de negociação coletiva, planos de contingências.


Entre em contato e agende uma reunião on-line para juntos avaliarmos as melhores soluções para a sua empresa sair da crise fortalecida, na direção de um ambiente de trabalho saudável, harmônico e produtivo, compatível com a nova era que se inicia.


Heli Gonçalves Moreira

Heli G. Moreira Júnior

Sócios Consultores